Região tem uma morte por febre amarela

Ao todo, foram sete detectados, com uma cura em Brumadinho.

Boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, nesta quarta-feira, 10, indica que seis pessoas morreram no estado, neste ano, vítima de febre amarela.

Um dos óbitos foi registrado em Mar de Espanha e a vítima é um homem de 40 anos. Também houve registros nas cidades de Nova Lima, Carmo da Mata e Barra Longa. Outros 10 casos continuam em investigação.

Todos casos foram confirmados laboratorialmente e são do sexo masculino, não vacinados para a febre amarela e com idade entre 33 e 51 anos.

A letalidade por febre amarela em Minas Gerais no período de 2017/2018 é de aproximadamente 85,7%.

Entre 2016 e junho do ano passado, Minas viveu o maior surto de febre amarela da história no estado, quando 162 pessoas morreram em decorrência da doença.

Deixe uma resposta