Casos de febre amarela são confirmados na região

Foram confirmadas mortes de um homem por febre amarela, em Goianá, e macacos em Juiz de Fora.

De acordo com a Secretaria de Saúde da cidade, a vítima de 44 anos deu entrada no posto de saúde no dia 5 de janeiro com estado avançado dos sintomas da febre amarela. Ele foi transferido para Hospital de Pronto Socorro de Juiz de Fora e morreu no dia 6.

De acordo com o órgão, a suspeito é que ele possa ter contraído a doença quando trabalhava em uma mata fechada. A vítima não tinha tomado a vacina.

Esse é o segundo caso registrado na região. No dia 4, um homem de 40 anos morreu da doença em Mar de Espanha.

Em Juiz de Fora, foi confirmada a morte pela doença no macaco encontrado morto no Museu Mariano Procópio, encontrado no dia 3 de janeiro. De acordo com a Secretaria de Saúde, o local permanecerá fechado por 60 dias, até início de março, quando o Departamento de Vigilância Epidemiológica fará nova avaliação.

Mais dois casos foram confirmados na cidade: em Palmital, que foi no dia 8; e Previdenciários, no ano passado.

Este ano, até essa segunda-feira, 15, foram encontrados 9 macacos. Foram enviadas 6 amostras para análise junto a Fundação “Ezequiel Dias”, em Belo Horizonte. As demais foram descartadas devido ao estado avançado de decomposição em que os animais foram encontrados.

Deixe uma resposta