Onda Vermelha: Prefeitura de Juiz de Fora publica novo decreto

tratamento impotência

O prefeito Antônio Almas (PSDB) publicou nesta quinta-feira, 24, uma nova resolução reclassificando Juiz de Fora na Onda Vermelha do Programa Minas Consciente.

Segundo o documento, a nova resolução adota medidas mais restritivas – além das elencadas nas regras do programa – entre 25/12/2020 a 07/01/2021, mantendo, neste período, apenas o funcionamento dos serviços estritamente essenciais.

Com a resolução, estão suspensos os atendimentos presenciais ao público em estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços, como shopping centers, galerias e estabelecimentos congêneres, salões de beleza, barbearias, clínicas de estética, clubes, academias de ginástica, autoescolas, bares e similares, entre outros.

Venda de imóvel, apartamentos em Juiz de Fora
Dentre os que estão autorizados a funcionar, estão:
  • hospitais
  • clínicas
  • incluindo veterinárias
  • farmácias
  • lavanderias
  • serviços de limpeza
  • supermercados e simulares
  • padarias
  • açougues
  • bancos
  • lotéricas
  • postos de combustíveis
  • bem como os serviços de entrega (delivery), retirada no balcão (take away) e drive-thru de bares e restaurantes

A medida entra em vigor no dia 26.

radio ao vivo mais ouvida em jf