Mulher morre depois de se afogar em enxurrada

Compartilhe

Uma mulher, de 41 anos, morreu após se afogar tentando escapar da enxurrada decorrente da forte chuva que caiu na noite desta sexta-feira, 6, em Muriaé, na Zona da Mata. Conforme informações do Corpo de Bombeiros, Daniela Carla de Oliveira Silva, tentou enfrentar a enxurrada com intuito de retornar para sua casa, porém escorregou e foi parar em baixo de um carro. Os militares resgataram a vítima, que foi levada para o Hospital São Paulo em estado grave. Ela não resistiu e morreu na manhã deste sábado.

A Prefeitura de Muriaé divulgou uma nota de pesar se solidarizando com a família da vítima.

Segundo a Defesa Civil, na noite desta sexta-feira,  choveu 50mm durante uma hora e meia e foram registradas 24 ocorrências relacionadas a quedas de muro, escorregamento de terra, alagamentos, quedas de árvore e retorno da água pela rede de esgoto. Ainda de acordo com o órgão, devido às chuvas, o nível dos rios Muriaé e Preto está subindo. Com essa situação, a pasta solicitou que os moradores de regiões ribeirinhas fiquem atentos.

Equipes da prefeitura estão trabalhando desde ontem a noite para  minimizar os impactos da forte chuva.

Estão sendo feitas a limpeza das vias e de diversos pontos críticos, além de intervenções no sistema de abastecimento de água em reservatórios, que estão com abastecimento interrompido devido aos reparos estarem em andamento. 

O Departamento de Municipal de Saneamento urbano está fazendo ainda a verificação na Estação de Tratamento de Água do Rio Preto, para prevenir qualquer tipo de interrupção no abastecimento. Já a ETA Gávea está normalizada e com os reservatórios cheios.

 A previsão é de chuva de 8mm para este sábado, 7. Já para o domingo, 8, não há previsão de chuva.