Equipes atuam para liberar vias afetadas pelas chuvas em Juiz de Fora

Compartilhe

Após um dia de caos e engarrafamentos, o trabalho dos servidores municipais é para normalizar as principais vias afetadas por alagamentos e deslizamentos em Juiz de Fora. Desde o início de janeiro até as 8h20 desta quarta-feira, 12, a Defesa Civil já registrou 386 Boletins de Ocorrências.

Nesta terça, 11 de janeiro, a prefeita Margarida Salomão (PT) decretou estado de emergência em Juiz de Fora e informou que o Executivo se prepara para pleitear recursos estaduais e federais para fazer frente às consequências dos desastres das chuvas na cidade.

Situação do trânsito

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, o Acesso Norte não está mais alagado, porém ainda há muita lama, cascalho e buracos na via gerando riscos aos condutores de carros e motos.

Por isso, trânsito ainda segue interditado nos dois sentidos: Centro e Bairro Industrial, para a realização de intervenções emergenciais de limpeza e operações tapa-buraco no trecho. Nesta quarta, os servidores do Demlurb limparam a via. Agora as equipes da Empav farão operação tapa-buracos antes da liberação.

Também permanece interditado o trecho da Monsenhor Gustavo Freire, na altura número 1.200, no Dom Bosco. Servidores da Empav atuam na limpeza do barranco que caiu no local. A previsão é de liberação apenas na quinta-feira, 13.

A Ponte Vermelha em Santa Terezinha ficou interditada ao longo da terça e teve fluxo restabelecido no início da noite.

Balanço Defesa Civil

De acordo com a Prefeitura, devido às fortes chuvas, desde 7 de janeiro até esta manhã, foram 331 Boletins de Ocorrência, um média de 66 por dia. Fora dos períodos chuvosos, a média é de seis por dia.

Do total de ocorrências, 126 foram na  Zona Leste; 79 na Zona Norte; 43 na Zona Sul; 28 na Zona Nordeste; 25 na Zona Sudeste; 16 no Centro; e 14 na Zona Oeste. Dentre as ocorrências realizadas no período, 176 foram relativas a escorregamento de talude e 37 foram para ameaças de escorregamento de talude.

Nos últimos cinco dias, choveu em Juiz de Fora mais da metade do esperado para o mês.  Até a manhã desta quarta-feira, 12, a cidade já recebeu 274,20 mm de chuvas, sendo que a  média histórica para janeiro é de 322,10 mm. Nesse período, o volume acumulado representou 85,13% do esperado para todo o mês de janeiro em Juiz de Fora, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Em caso de emergência, a população deve acionar o 199.