Cidades da região registram casos suspeitos de sarampo

As gerências regionais de saúde de Juiz de Fora, Leopoldina e Ubá notificaram casos suspeitos de sarampo.

As informações foram divulgadas nesta sexta-feira, 30, no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde.

Como não estão confirmados, a pasta não informa as cidades onde foram registrados os casos.

Nesta semana, a cidade de Além Paraíba registrou um caso suspeito da doença em uma jovem. Em nota, a prefeitura informou que as ações de intensificação vacinal nos locais por onde o caso suspeito circulou já foram realizadas. Segundo a nota, o registro, se confirmado, não foi contraído no município porque, durante investigação, foi constatado que no provável período de infecção, a adolescente esteve em dois municípios com circulação comprovada do vírus.

Em Minas Gerais, até o momento, foram notificados 249 casos suspeitos de sarampo em 92 municípios. Destes, 78 estão sob investigação e quatro casos foram confirmados.

O sarampo é uma doença viral, infecciosa aguda, grave, transmissível, altamente contagiosa e muito comum na infância.

A transmissão acontece de pessoa a pessoa por meio de secreções presentes na fala, tosse, espirros ou até mesmo respiração. A vacina contra o Sarampo está disponível na rede pública de saúde.

E atendendo a uma solicitação da Secretaria de Estado de Saúde, a Prefeitura de Goianá implantou um posto avançado de vacinação contra o sarampo no Aeroporto Regional Presidente Itamar Franco.

A vacina está sendo oferecida a todos os passageiros que embarcam e desembarcam de voos vindos dos aeroportos de Viracopos (Campinas) e Congonhas (São Paulo).

O cuidado se justifica porque o estado de São Paulo já enfrenta surto de sarampo, principalmente na região metropolitana da capital.