Viçosa e Rio Novo adotam medidas de contenção contra Covid-19

Compartilhe

As Prefeituras de Viçosa e Rio Novo, na Zona da Mata, divulgaram medidas de combate à covid-19. O motivo é tentar diminuir aglomerações e evitar a disseminação da variante omicron. Nas duas cidades, houve aumento na procura por testes.

Viçosa

Na cidade, entram em vigor hoje as medidas estipuladas pelo Decreto Municipal 5.726/2022, referentes à pandemia da Covid-19. O documento foi assinado pelo prefeito Raimundo Nonato Cardoso (PSD).

O novo decreto leva em consideração o expressivo aumento de casos de positivo de Covid-19; a quantidade de atendimentos médicos, atendimentos de enfermagem, testagens realizadas e o número de profissionais da área de saúde afastados em decorrência da Covid-19.

Dentre as determinações, está a responsabilização de bares e restaurantes por quaisquer aglomerações que ocorram em vias públicas em seu entorno. Consta ainda a proibição de circulação de pessoas sem máscaras em espaços públicos ou privados de uso coletivo, sob pena das sanções previstas em lei.

Em relação aos eventos públicos e privados, eles deverão obedecer ao limite de lotação de 50% da capacidade total do estabelecimento. No entanto, conforme o artigo 3º, a limitação de lotação não poderá extrapolar a quantidade máxima de 500 pessoas.  Segundo a prefeitura, no período de 03 a 12 de janeiro, foram realizados 2.728 testes para detecção do coronavírus, sendo que 1.819 tiveram resultado negativo e 909 positivo.

Rio Novo

Em Rio Novo, a prefeitura publicou decreto suspendendo por 15 dias qualquer atividade que possa causar aglomeração na cidade, dentre outras medidas. A medida vale para espaços públicos e privados, em ambiente aberto ou fechado, que tenham por finalidade realizar festas, shows e afins.

Conforme o texto, o descumprimento das medidas acarretará responsabilidade civil, administrativa e penal, que podem responder por crime contra a saúde e a administração pública.

O executivo municipal explicou que o motivo está relacionado a alta expressiva de casos de coronavírus em Rio Novo nos últimos dias.

Nos primeiros dias de 2022, o município voltou a contabilizar alta nos casos de covid-19. Até o fim de dezembro do ano passado, segundo a prefeitura, não havia notificação de pacientes com a doença na cidade, e, apenas nos 13 primeiros dias deste ano, já são cerca de 30 testes positivos. A prefeitura acrescentou ainda que, além dos registros de covid-19, há casos de gripe H3N2, que também impacta a rede de saúde.

tratamento impotência