Vacinação de Astrazeneca em grávida e mulher na fase pós-parto está suspensa em JF

Venda de imóvel, apartamentos em Juiz de Fora
Compartilhe

A Prefeitura de Juiz de Fora suspendeu a aplicação do imunizante Astrazeneca em grávidas e puérperas – mulheres na fase pós-parto – por tempo indeterminado.

Segundo o executivo, a interrupção ocorreu após a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, recomendar a suspensão imediata do uso dessa vacina em grávidas.

O mesmo ocorreu em Viçosa. A prefeitura informou que a medida acontece conforme determinação da Secretaria de Estado de Saúde, que aguarda o Ministério da Saúde enviar nota técnica com novas orientações.

Além desses dois municípios, estados e prefeituras de várias regiões do Brasil alteraram o esquema de vacinação para este grupo.

Anvisa recomendou a suspensão imediata do uso da vacina Covid da AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes. A orientação está em Nota Técnica emitida pela Agência.

Segundo a Anvisa, esta recomendação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra Covid em uso no país.

A bula atual da AstraZeneca, de acordo com a agência, não recomenda o uso da vacina por gestantes sem orientação médica.

tratamento impotência
radio ao vivo mais ouvida em jf