UFJF lança plataforma para monitorar sintomas de Covid-19 da comunidade universitária

Compartilhe

A plataforma Busco Saúde, desenvolvida por pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), utilizada como um sistema para auxiliar no registro e monitoramento dos sintomas de Covid-19 da comunidade universitária.

Desta forma, alunos, docentes, técnico-administrativos em educação e terceirizados devem se cadastrar na plataforma Busco Saúde e, caso tenham algum sintoma ou contato com caso confirmado de Covid-19, devem fazer a devida notificação.

O sistema ainda possibilita que seus usuários entrem em contato com um profissional de saúde habilitado, por meio de um direcionamento para um canal de telemonitoramento.

De acordo com os dados publicados no boletim informativo, o sistema possui 1404 usuários cadastrados atualmente. Dentre eles, são 1.195 estudantes de graduação (85,1%), 58 técnico-administrativos em educação/TAEs (4,1%), 133 docentes (9,5%) e 18 terceirizados (1,3%). Desde o início do monitoramento, no dia 1º de julho de 2021, foram realizados 187 atendimentos, com o monitoramento de 166 usuários. No mesmo período de oito semanas, foram contabilizados 147 casos suspeitos e 15 casos confirmados.

O boletim também analisa a distribuição por vínculo dos casos suspeitos. Até o dia 24 de agosto, o documento aponta que, diante das notificações, 63% eram discentes, 10% eram docentes, 3% eram TAEs e 1% terceirizados.

Segundo o boletim, ao comparar a 33ª semana epidemiológica em relação à 32ª, foi possível aferir uma estabilidade no número de monitoramentos realizados, assim como uma redução de 75% nos registros de novos casos confirmados. No momento, até 25 de agosto, estão sendo monitorados 15 membros da comunidade universitária, sendo que destes, 4 são considerados casos suspeitos. Houve redução na média móvel de novos casos e de membros da comunidade universitária monitorados, configurando respectivamente, uma diminuição de 100% e 33,3% entre 10 e 24 de agosto.