Polícias Federal e Civil fazem operação contra policiais suspeitos de corrupção e tráfico de drogas

Compartilhe

A Polícia Federal e a Corregedoria de Polícia Civil do Estado de Minas Gerais deflagraram na manhã desta terça-feira, 28, uma operação com o objetivo de desarticular grupo criminoso voltado para a prática de crimes de corrupção, tráfico de drogas e outros correlatos.

Na manhã desta terça-feira, 28, estão sendo cumpridos mandados expedidos pela 2ª Vara de Tóxicos, Organização Criminosas e Lavagem de Dinheiro de Minas Gerais, sendo nove de prisão preventiva, 23 de busca e apreensão, seis afastamentos da função pública de policiais, bloqueio de valores em 23 contas bancárias de investigados e envolvidos, além do sequestro de 33 imóveis e de diversos veículos.

Os alvos são policiais civis lotados da Delegacia de Repressão ao Furto, Roubo e Desvio de Cargas, que receberam valores em dinheiro zerados vultosos para esvaziar o procedimento investigativo sobre um traficante que foi flagrado com 36 quilos de cocaína em Ribeirão das Neves.

Ele estava com 36 quilos de cocaína que foram localizados no interior de uma residência utilizada pelo grupo criminoso como uma espécie de “laboratório” para o armazenamento, preparo e corte de drogas.

Conforme apurado, a negociação envolveu tanto a soltura do preso quanto a devolução da carga ilícita apreendida aos criminosos.

As investigações revelaram, ainda, o envolvimento dos policiais investigados com outros esquemas de corrupção, de tráfico de drogas e de lavagem de dinheiro, nos quais há a utilização de interpostas pessoas, físicas e jurídicas, para ocultação dos valores obtidos como produto dos crimes.

Os mandados estão sendo cumpridos, simultaneamente, nos municípios mineiros de Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, Ibirité, Sarzedo, Sete Lagoas e Juiz de Fora.