Piau em alerta por causa das chuvas na região

Autoridades municipais em Piau estão em alerta para as fortes chuvas que ocorrem na região.

Por conta do volume da água, a Cemig precisou abrir as comportas da Pequena Central Hidrelétrica de Piau, o que pode aumentar a vazão do rio que corta a cidade.

Em nota nas redes sociais, a prefeitura informou que as autoridades monitoram a necessidade de retirar famílias que moram próximas ao rio e que podem ser atingidas por alagamentos.

Em nota, a Cemig informou que, entre o final da noite de ontem, 12, e o início da manhã desta quinta-feira, 13, a cabeceira do Rio Piau foi atingida por uma forte chuva.

Com isso,o volume de água que chega ao reservatório da usina mais do que dobrou, passando de 45 m³/s, às 20 horas de quarta-feira, para um pico de 110 m³/s à meia noite. Às 9 horas de hoje, a vazão do rio tinha se reduzido para 72 m³/s, ainda acima do registrado na noite anterior.

Segundo a companhia, que comunicou a Prefeitura e Defesa Civil,a PCH Piau passa por uma manutenção nas suas unidades geradoras e tem repassado a vazão do rio por meio da crista livre. Entre a tarde e noite, as chuvas continuam e podem ocorrer com intensidade moderada a forte. Estão previstos 100 mm de chuva por dia para o município de Piau.

Alerta

Ainda na Zona da Mata, um alerta emitido pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEN), indica possibilidade alta de inundação no Rio Pomba e seus afluentes.

Segundo o alerta, o nível do rio está em uma taxa de elevação de 42 cm/hora, podendo alcançar a cota de inundação na cidade de Cataguases. O ponto é o mais preocupante dos Bombeiros, que atende ocorrências pontuais de inundações em Leopoldina, Laranjal e Recreio.

Nesta manhã, Bombeiros também emitiram informações sobre inundações em dezenas de cidade por onde passam o rio e seus afluentes.

Em Juiz de Fora

Ao todo, foram 11 chamados em Juiz de Fora. Os registros foram de escorregamento de barranco, desabamento de muros, trinca de muro, infiltração em laje e rua danificada.

A Defesa Civil informou que o destaque vai para a ocorrência no Bairro Santa Cecília, conforme já foi divulgado pela Itatiaia. Na Rua Narciso Netto ocorreu o desabamento de muro de contenção atingindo a garagem de um prédio. Os engenheiros da Defesa Civil já estiveram no local e interditaram a garagem e área externa. A área está sendo monitorada. Os apartamentos foram liberados e os moradores retornaram aos imóveis. 

Segundo o órgão, nos últimos três dias, choveu na cidade uma média acumulada de 101mm.

Cataguases

Na região, cidades trabalham para amenizar os estragos. Em Cataguases, representantes da Prefeitura se reuniram com policiais e bombeiros militares e definiram ações a serem realizadas. A Prefeitura montou um posto de comando instalado no gabinete do prefeito, que vai permanecer ativo enquanto durar o estado de alerta, onde serão tomadas as decisões em conjunto.

Na última medição, feita às 13h, o nível do Rio Pomba estava em 5,85m e a previsão é de que continue subindo nas próximas horas.

Uma das orientações da Defesa Civil é para moradores desocuparem casas ribeirinhas ou com risco de desabamento.

Lima Duarte

Já em Lima Duarte, a Prefeitura decretou situação de emergência em função do grande volume de chuva no município.

Por esse motivo, segundo o executivo, duas escolas municipais, localizadas no distrito de São domingos da Bocaina e Conceição de Ibitipoca, estão com as aulas suspensas, assim como o transporte escolar da zona rural.

Sobre as estradas, o motorista precisa ter atenção na BR-356, em Muriaé. Aumentou o volume do Rio Glória e a água começa a invadir a pista na altura do km 270. Já a AMG-0520 cedeu, entre Oliveira Fortes e Aracitaba, interditando totalmente os dois sentidos