Minas Gerais investiga morte suspeita por flurona em Barroso

Compartilhe

A Secretaria de Estado de Saúde investiga um possível óbito por Flurona em Barroso. A informação foi divulgada pela prefeitura da cidade, que também divulgou que a morte foi registrada no dia 15 de janeiro.

O Flurona é caracterizado pela dupla infecção simultânea pelo vírus da gripe e Covid-19.

Conforme o executivo municipal, a paciente do sexo feminino, de 81 anos, possuía comorbidades e foi internada no hospital de Barroso no dia 03 de janeiro, testando negativo para coronavírus.

Após apresentar piora no quadro, foi transferida para a Santa Casa de Misericórdia de São João del-Rei, no dia 05 de janeiro, onde a coleta para testes de H3N2 e covid-19 foram realizadas e enviadas a Funed.

A prefeitura explicou que a paciente testou positivo para Covid-19 (resultado em 08/01) e positivo para H3N2 (resultado em 15/01), mas a confirmação, se é ou não Flurona, só será feita pelo Estado nas próximas semanas.

Devido ao caso, a prefeitura recomendou a população cuidados como uso de máscara e álcool em gel, o distanciamento social e também a vacinação completa.

tratamento impotência