Juiz de Fora tem segunda morte por coronavírus

Venda de imóvel, apartamentos em Juiz de Fora
Compartilhe

Em Juiz de Fora, a segunda morte por coronavírus foi confirmada pela Prefeitura de Juiz de Fora, no boletim deste domingo, 12.

A vítima é um homem de 70 anos que morreu no dia 29 de março.

De acordo com informações da assessoria da Prefeitura, o homem tinha diabetes, doença cardiovascular crônica e hipertensão arterial.

O dado não consta no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde que, aliás, está aquém dos dados municipais.

Boletim epidemiológico

Enquanto o estado fala em 59 casos confirmados em Juiz de Fora, o que já coloca a cidade como a segunda do estado com o maior número de confirmações, os dados municipais cravam 74 confirmações, outras quatro mortes em investigação e 1139 suspeitos.

Em uma semana, as confirmações cresceram 60% em Juiz de Fora, já que na última segunda haviam 46 casos confirmados.

1ª morte

A primeira morte por covid em Juiz de Fora foi confirmada na última quarta-feira, 8.

A vítima foi o ex vice-reitor da UFJF, professor José Luiz Rezende Pereira, do departamento de Engenharia Elétrica.

Já neste sábado, 11, a cidade celebrou a recuperação do primeiro caso grave da cidade, professor Daniel Sales Pimenta, do Instituto de Ciências Biológicas da UFJF. Os dois pacientes tinha histórico de viagem.

Na Zona da Mata e Vertentes, nove cidades tem confirmações para o Covid 19. Muriaé e Ubá tem quatro casos cada; São João Del Rei, 03; Barbacena e Manhuaçu, 02 cada; enquanto as cidades de Carangola, Divinésia e São João Nepomuceno tem um caso cada.

tratamento impotência
radio ao vivo mais ouvida em jf