Exército faz consulta sobre capacidade de sepultamento

O Exército Brasileiro, por meio do Comando Conjunto Leste, enviou um ofício a prefeituras do interior do Rio de Janeiro em que questiona a capacidade de sepultamento em massa desses municípios.

O documento foi escrito no dia 9 de abril e pede que seja realizado um “levantamento de dados estatísticos referentes a quantidade de cemitérios, disponibilidade de sepulturas e capacidade de sepultamentos diários, em suas respectivas áreas de responsabilidade”. De acordo com o ofício, seria para fins de consolidação e resposta à pandemia de coronavírus.

Quem assina o ofício é o coronel Luis Mauro Rodrigues Moura, chefe da Seção de Serviço Militar. O Comando Conjunto Leste tem atuação no Rio, Espírito Santo e Minas Gerais.

Hoje 16/04 acabo de receber, do Ministério da Defesa, Exército Brasileiro (Comando da 1° Região Militar), das mãos do Chefe da Sessão de Serviço Militar de Três Rios, oficio datado do dia 09 de Abril de 2020, em caráter URGENTISSIMO.

Hoje 16/04, acabo de receber do Ministério da Defesa, Exército Brasileiro (Comando da 1° Região Militar), das mãos do Chefe da Sessão de Serviço Militar de Três Rios, ofício datado do dia 09 de Abril de 2020, em caráter URGENTÍSSIMO. O ofício solicita um "levantamento de dados estatísticos referentes a quantidade de cemitérios, disponibilidade de sepulturas e capacidade de sepultamentos diários". Gostaria de dividir esta responsabilidade com todos os seguimentos de nossa sociedade neste, que é um dos momentos mais graves da saúde pública no Brasil e no mundo. Como prefeito da cidade, ao receber este oficio de umas das instituições mais respeitadas do país, tenho a convicção de que as medidas adotadas para preservar vidas estão em conformidade com as expectativas do exército brasileiro.

Publicado por Josimar Salles em Quinta-feira, 16 de abril de 2020
Postagem do prefeito feita no Facebook

Um vídeo – em que prefeito de Três Rios, Josimar Salles, fala sobre o recebimento do documento, que ocorreu nesta quinta-feira, 16 – viralizou nas redes sociais .

Ele citou que o documento foi entregue a todos os municípios do interior do Rio de Janeiro. Frente ao caso, o prefeito afirmou que a cidade está tomando todas as medidas necessárias para combater a doença e que as medidas não serão afrouxadas.

Segundo a Agência Estado,  o comando Conjunto Leste afirmou que planeja sua atuação com base em cenários hipotéticos, “visando mitigar os efeitos nocivos da pandemia junto à sociedade.” Portanto, o documento tem como objetivo coletar dados para um dos cenários aventados.

No Rio, 301 pessoas já morreram vítimas da covid-19. Ao todo, 3.944 foram confirmados no estado até a tarde desta quinta-feira (16).

A reportagem da Itatiaia entrou em contato com a assessoria da QUARTA Brigada de Montanha, em Juiz de Fora,com o intuito de saber se o ofício também foi extensivo para o estado de Minas. Segundo o coronel Malbatan Leal, a corporação não recebeu o documento.