É Galo!: Atlético conquista o bi da Copa do Brasil e o 3º título da temporada

Compartilhe

Treze dias após soltar o grito de campeão Brasileiro, o Atlético conquistou a Copa do Brasil nesta quarta-feira ao vencer novamente o Athletico-PR, desta vez por 2 a 1, na Arena da Baixada. Com o resultado, o Galo faturou o título com um massacrante 6 a 1 no placar agregado. 

Além de garantir o bi da Copa do Brasil, o Atlético ainda embolsou mais R$ 56 milhões de premiação. No total, o Galo alcançou R$ 145 milhões na temporada só de prêmios pelas competições disputadas (Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil). 

Keno marcou o gol da vitória alvinegra em Curitiba, aos 24 minutos do primeiro tempo. Em rápido contra-ataque, Vargas avançou pelo meio e achou na direita Zaracho. O argentino cruzou para o camisa 11, livre de marcação na área, completar para as redes. 

Como goleou por 4 a 0 no jogo de ida, no Mineirão, o Atlético aumentou ainda mais a já grande vantagem que tinha e “murchou” o Athletico-PR, que chegou a abrir o placar antes, aos 19, com Pedro Rocha, mas teve o gol anulado pelo VAR por toque na mão ao ajeitar a bola antes de finalizar para o fundo das redes de Everson. 

Apesar do gol do Galo e do tento anulado do Furacão, o primeiro tempo foi marcado pelas confusões entre os jogadores dos dois times do que pelo futebol. Até os 15 minutos, a pancadaria rolou solta por parte do Athletico-PR. O volante Jair sofreu com entrada dura de Christian e uma cotovelada de Kayser. Nos acréscimos, Vargas se envolveu em uma confusão com Léo Cittadini na linha de fundo. 

Na etapa final, o Athletico-PR balançou as redes, mas o auxiliar anulou ao flagrar impedimento. 

Tranquilo em campo, o Galo fez alterações no time e aumentou placar. Savarino, que entrou no lugar de Vargas, descolou belo passe para Hulk, que saiu na cara do gol. O artilheiro da Copa do Brasil chegou frente a frente com o goleiro Santos e deu uma cavadinha. Golaço! 

O Furacão fez o gol de honra no fim da partida com Jaderson e a torcida vibrou muito na Arena da Baixada, mas nada que atrapalhasse a festa do Galo em Curitiba pelo bicampeonato da Copa do Brasil. 

por Fábio Rocha / Itatiaia

tratamento impotência