Decreto suspende cirurgias e procedimentos ambulatoriais eletivos em JF

tratamento impotência

A Prefeitura de Juiz de Fora publicou, nesta sexta-feira, 26, decreto que suspende cirurgias e procedimentos ambulatoriais eletivos em Juiz de Fora. O decreto tem o objetivo de otimizar a ocupação dos leitos hospitalares, bem como diminuir a propagação do vírus. São considerados eletivos os casos que são passíveis de adiamento, sem agravamento de enfermidade a curto prazo.

Pacientes em tratamento pós Covid não estão inseridos neste grupo.

O decreto também lista atendimentos considerados inadiáveis – gestantes, recém-nascidos e puérperas; pós-cirúrgicos; oncológicos, cardiológicos e neurológicos; pediátricos; e os atendimentos de trauma. Também são considerados inadiáveis procedimentos ambulatoriais ligados aos acompanhamentos de pacientes crônicos e que sejam considerados imprescindíveis pelos médicos responsáveis.

Venda de imóvel, apartamentos em Juiz de Fora

O decreto entra em vigor hoje e vale enquanto o município estiver inserido na Onda Roxa.

radio ao vivo mais ouvida em jf