Com queda no orçamento, UFJF corta mais de 300 postos de trabalho

Com queda no orçamento, o corte de pessoal terceirizado é um dos impactos da redução de orçamento da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Ao todo, 307 pessoas perderão os seus empregos. O anúncio foi feito pelo reitor Marcus David, em coletiva virtual nesta quarta-feira, 14.

https://radioitatiaiajf.com.br/wp-content/uploads/2021/04/marcus-david-ufjf-postos-de-tranahlo-orcamento.mp3
reitor Marcus David

De acordo com quadro apresentado pela instituição, no comparativo de orçamento de 2016 a 2021, a queda foi de 47,88%. Enquanto em 2016 o orçamento estava na casa dos 157 milhões, em 2021, passa a 82 milhões.

Além das perdas de postos de trabalhos, outros cortes foram anunciados:

  • Redução nos benefícios da política de assistência estudantil – a partir de maio, bolsas estudantis passam de R$400 a R$ 300;
  • Bolsas de iniciação científica, treinamento profissional, extensão, iniciação artística sofrerão corte de 35% no oferecimento e de 25% no valor pago por elas.
  • Em relação aos programas de pós-graduação, as bolsas de mestrado e doutorado serão mantidas, mas haverá corte de 75% nos recursos (utilizados em compras de insumos, participação em congressos, etc)

A coletiva também contou com a presença do pró-reitor Eduardo Condé. Segundo ele, a universidade não recebeu do governo federal nem 2% do orçamento previsto e, por isso, está com dificuldades para honrar os compromissos financeiros.