Chuvas: atualização de danos e do trânsito em Juiz de Fora

Compartilhe

A Defesa Civil de Juiz de Fora informou que, na quinta-feira, 13, foram registrados 56 Boletins de Ocorrência. Destes, 27 foram por escorregamento de talude ou ameaça de escorregamento de talude. 

A Secretaria de Mobilidade Urbana liberou na manhã desta sexta-feira, 14, o trecho da Rua Monsenhor Gustavo Freire, na altura do bairro Dom Bosco. O local estava fechado desde a última segunda, 10, após a queda de uma barranco devido às chuvas. 

Outras duas importantes vias seguem interditadas em Juiz de Fora, sem previsão de liberação. Está totalmente impedido o trânsito no Acesso Norte, por conta do alagamento na altura do Bairro Industrial. A Avenida Deusdedith Salgado continua parcialmente interditada, na pista sentido BR-040/Cascatinha, entre uma casa noturna e um hospital. O motivo foi o deslizamento de barranco, nesta quinta.

Colégio monitora movimentação de talude

Uma movimentação de terra foi registrada dentro das dependências do Colégio dos Jesuítas, no talude próximo à fachada sul do Espaço Nossa Senhora Imaculada.

Segundo comunicado divulgado pela instituição, uma equipe de engenheiros esteve no local e realizou um laudo técnico na área, “atestando a segurança da estrutura metálica e de suas fundações profundas – estacas escavadas de diâmetro de 60cm e mais de 16 metros de profundidade e blocos e baldrames de concreto armado. Ou seja, a estrutura que sustenta o prédio não sofreu qualquer dano e garante a sua estabilidade”.

O colégio informou que providenciou ainda a vistoria de um engenheiro geotécnico ao local e deu orientações para intervenções preventivas na região. O profissional também atestou a estabilidade do talude. A instituição ressaltou que monitora a área e executa os trabalhos necessários.

Balanço Defesa Civil

De acordo com boletim divulgado na manhã desta sexta, a Defesa Civil de Juiz de Fora já registrou, desde o dia 7 deste mês, 441 ocorrências. Do total, 210 foram por escorregamento de talude e 59 por ameaça de escorregamento de talude. 

A média de chuvas para o mês de janeiro é de 332,1 mm. Somente do dia 7 ao dia 13 foram registrados 276,40mm, o que corresponde a 85,8% do esperado para o mês inteiro.

As regiões mais afetadas pelas chuvas foram a Leste e a Norte, com 157 e 103 ocorrências, respectivamente. Os bairros mais afetados foram Linhares, com 32 ocorrências, e Santa Rita, com 26.

Em caso de emergência, a orientação é para a população ligar para o 199.