Tese de doutorado da UFJF ganha prêmio mundial

A tese de doutorado “Recursos extremos da administração estatal: as declarações de estado de sítio na Primeira República brasileira”, defendida por Antonio Gasparetto Junior, ganhou o segundo lugar mundial na primeira edição do Premio de Investigación Doctoral en Historia del Derecho en América Latina. O estudo faz parte do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF),

A premiação oferece uma plataforma editorial para os melhores estudos sobre história e direito na América Latina.

A pesquisa de Gasparetto analisa o instituto jurídico constitucional do estado de sítio, originado na França e que inspirou a constituição republicana brasileira de 1891 e de outros países da América do Sul.

Nesta perspectiva, a pesquisa desenvolve uma releitura inédita da primeira República do Brasil (1891-1930), tendo como objeto principal esse instituto jurídico específico, que declarava estado de emergência na República.

A tese foi orientada pela professora Cláudia Maria Ribeiro Viscardi.

foto ufjf tese doutorado 1 - Tese de doutorado da UFJF ganha prêmio mundial
Da esquerda para a direita: professor Francisco Martinho, professor Fernando Perlatto, professora Cláudia Viscardi, professora Armelle Enders (no vídeo), Antonio Gasparetto e professor Leandro Gonçalves (foto: arquivo pessoal)