Economia de Juiz de Fora cresce em 2017, afirma FIEMG

A Regional Zona da Mata da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) divulgou hoje o levantamento dos dados relativos à economia de Juiz de Fora. Segundo a pesquisa, todos os índices acompanhados pelo Departamento Econômico da instituição demonstraram resultados positivos.

O faturamento do setor industrial de Juiz de Fora, representado pela arrecadação de ICMS, foi expressivo, colaborando para o crescimento de 34,62% na arrecadação de ICMS no município em 2017, quando comparado com 2016. Os setores que mais contribuíram para o crescimento da arrecadação de ICMS da indústria em Juiz de Fora foram Material de Transporte; Alimentação e Bebidas; e Metalúrgicos ferrosos e não ferrosos.

Outra variável que comprova o crescimento econômico de Juiz de Fora foi o aumento do consumo de energia elétrica, que atingiu a marca de 2,8% em relação a 2016. Já o faturamento da Zona da Mata cresceu 1,8%, puxado pelas Indústrias de Madeira e Mobiliário; Moveleira, Papel, Papelão e Gráfica; e Alimentação e Bebidas.

Em relação a Minas Gerais, Juiz de Fora passou de 8ª para a 7ª posição entre as cidades com maior arrecadação de ICMS. Mas, segundo o presidente da FIEMG Regional ZM, quando se leva em consideração o ICMS per capita (arrecadação de ICMS correlacionado com o número de habitantes), a cidade passa de 7ª para 15ª colocada em Minas Gerais.

Foto: Reprodução/ FIEMG

Deixe uma resposta