É de Minas Gerais: Leite condensado tem venda suspensa

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição, venda e consumo de um lote do leite condensado da marca Fazendeira, da fabricante mineira Baduy.

Após análise do órgão, foi constatado que o leite condensado possui a presença de uma bactéria que pode causar vômitos, diarreia e mal-estar.

O lote vetado foi o 0681M1, com validade até 17 de janeiro de 2018, que já havia sido interditado preventivamente por 90 dias em setembro do ano passado. A partir da decisão, a fabricante não pode comercializar nem distribuir o produto e ainda precisa recolher todo o estoque existente no mercado.

A agência recomenda que os consumidores evitem o lote contaminado para não ter problemas de saúde, em especial as pessoas mais vulneráveis como crianças, idosos e aquelas que já estão doentes.

Em nota, a Baduy diz que “toda a documentação e esclarecimentos foram prestados aos órgãos competentes” e que fez o recall do lote na época da notificação e que não existem mais unidades em seu estoque nem no mercado.

Deixe uma resposta