Confirmadas mais mortes por febre amarela na região

Mortes confirmadas por febre amarela foram registradas na Zona da Mata.

Um homem, de 53 anos, morador de Porto Firme morreu em Belo Horizonte. Ele estava internado no Hospital Eduardo de Menezes desde o último dia 18.

Em Bicas, a prefeitura confirmou a primeira morte pela doença. De acordo com o executivo municipal, a morte de um idoso de 71 anos ocorreu há 10 dias. Ele estava internado no Hospital São Vicente de Paula, em Juiz de Fora.

Já a morte de um homem, de 49 anos, de Santo Antônio do Aventureiro, foi confirmada por febre amarela. A informação foi divulgada pela Secretaria de Saúde da cidade. Ele estava internado em na Casa de Caridade Leopoldinense, em Leopoldina, e morreu no dia 22.

Em Muriaé, a febre amarela foi descartada como causa da internação de dois pacientes, vindo um a morrer. O óbito foi de uma idosa de 79 anos. Já um homem, de 34, estava internado no Hospital São Paulo. De acordo com a prefeitura, os resultados dos exames da Fundação Ezequiel Dias, deram negativos para a doença.

Já em Barbacena, no Campo das Vertentes, o laudo da Funed deu positivo para a doença de um homem de 57 anos, da cidade de Piranga, que morreu no último sábado. Mais dois moradores de Piranga, de 48 e 50 anos, também estão com febre amarela. Eles estão internados no Hospital Regional, apresentando com boa evolução.

Deixe uma resposta