Audiência pública discute docência compartilhada em escolas públicas

A última audiência pública do ano na Câmara Municipal será realizada nesta quinta-feira.

O tema em questão é sobre a docência compartilhada em turmas das escolas públicas municipais de Juiz de Fora. A discussão foi solicitada pelos vereadores Ana do Padre Frederico (MDB), Roberto Cupolillo (Betão – PT), Vagner de Oliveira (PSC) e Sargento Mello Casal (PTB). A audiência será às 15h.

A questão do professor bidocente gera protesto na cidade por parte dos pais e responsáveis. Em 2019, poderá não ter a contratação do o cargo de professor bidocente, que é o professor de apoio das crianças com deficiência que não tem autonomia ou tem dificuldade de aprendizagem. Com isso, o ensino dessas crianças pode ficar comprometido.

Segundo a presidente do GAPPA, Grupo de Apoio a Pais e Profissionais de Pessoas com Autismo, Ariene Pereira Menezes, os diretores das escolas foram informados pela Secretaria de Educação que não terá mais a contratação do profissional devido a crise econômica. Para preencher a vaga, será criado um auxiliar de apoio ao educando, sendo um dos requisitos a conclusão do ensino médio.

Reuniões entre pais e responsáveis, vereadores e a PJF estão sendo realizadas com intuito de ter um acordo. Ariene explicou que no último encontro a PJF fez uma proposta, e a comissão dos pais outra. Daqui a pouco, às 11h, terá mais uma reunião com os envolvidos onde será discutido o assunto.

Miss Brasil é homenageada e desfila com caminhão dos Bombeiros em JF